Páginas

2 de dez de 2011

Um exemplo da Comunidade Shalom

Publicamos o testemunho de uma jovem da Comunidade Shalom porque ele nos mostra a eficácia de evangelizar a partir de pequenos grupos familiares.


Não é totalmente novo, porque no DJC já tivemos casos semelhantes, ontem e hoje.


Porém, vale a pena conferir, pois precisamos nunca esquecer esta prática.


A Comunidade Shalom, mesmo tendo rádios e muito marketing, não abre mão do trabalho corpo-a-corpo, dos grupos que vão surgindo aos poucos, com perseverança e dedicação. Isto é um grande exemplo a ser imitado.


Vou destacar em vermelho o exemplo a ser seguido, ok!




Existimos para evangelizar

Após o reconhecimento de área que nos foi confiada no início de nossas ações, percebemos um homem que sofre a ausência de Deus, onde em sua maioria, devido a estabilidade conquistada ao longo da vida é fechado em seu próprio mundo.

Primeiro, fazer o reconhecimento da área a ser evangelizada.

Entrar no mundo interior das pessoas de hoje: um homem com estabilidade econômica, mais fechado no seu mundo, solitário... Quando não aguenta, vem a tristeza, a depressão, etc

Precisamos de Missionário certo para investir por um tempo em uma localidade.

Só passar de casa em casa e depois ir embora não deixa muito fruto. Deve-se escalar um Missionário, este vai investindo, visitando, rezando, acolhendo.

É claro, quando se trata de uma divulgação e animação de um evento de evangelização, passar de casa em casa é importante. Mais para ir criando um novo grupo, precisa-se de um tempo e de um missionário certo.


Continua o testemunho:
Perseverando em meio aos desafios de não sermos acolhidos nas primeiras visitas, testemunhamos o poder de Deus, a partir da estratégia de iniciarmos de maneira simples, o terço e a lectio divina, nas residências que pouco a pouco foi nos acolhendo.


Usar estratégias enraizadas no substrato católico da cultura da sociedade brasileira: não precisa ir de uma vez, vai chegando, rezando o terço, conversando...


Surpreendeu-nos a adesão rápida desde o primeiro terço ,a fidelidade e as iniciativas que partirão do então futuro grupo, inclusive em convidarem os vizinhos amigos e parentes. Nesses terços temos experimentado o que os discípulos viveram em sua evangelização, pois há espíritas , pessoas sem sacramentos, e em diversas situações(no desejo de aprender até mesmo a oração da Ave Maria).Vivemos o que somos chamados a ser, discípula e ministras da Paz, e isto tem dado um novo sentido as nossas vidas, pois existimos para evangelizar.


A amizade vai surgindo, o gelo vai sendo quebrado, então da oração em família vai surgindo uma fraternidade cristã, uma extensão do DJC Local com seu encontro de oração semanal, as pessoas vão sendo incentivadas para o Siloé, etc


Dentre vários testemunhos, o mais recente nos edificou muito: Um Homem que inicialmente era receoso de se envolver e hoje é nosso ministro de música e expressou o desejo de conhecer a comunidade no intuito de aprofundar a experiência que ele tem vivido através de Nossa Senhora e da palavra de Deus.


Deus é quem faz a obra acontecer. De quem menos esperamos, saem verdadeiros discípulos servidores que depois poderão vir a ser Discípulos Comprometidos de Aliança, etc


Adélia Fernandes - CV
Danielle Soares - Jovem em missão



Adélia é uma jovem consagrada da Comunidade Shalom que redigiu este testemunho que fomos explorando para a nossa edificação.


Em tempo:

Uma boa maneira de ir criando Fraternidades Cristãs ou Extensões do DJC Local com seus encontros de oração semanais, ou até mesmo para aumentar o número de discípulos no Siloé e nos órgãos já existentes, é fazer os encontros das Famílias em Oração.

Pede-se licença a uma família para em uma noite irem rezar na casa dela. Lá teremos uma Família em Oração. Então, reza-se o terço seguido da pregação da Palavra de Deus.

Uma família vai convidando a outra, de tempos em tempos estes encontros das Famílias em Oração vão acontecendo e o pessoal vai sendo convidado ou para o Siloé ou para uma Fraternidade Cristã.

Ou então vai sendo formada uma nova Fraternidade Cristã etc

No Apostolado da Bênção poderia haver um Ministério de Evangelização das Famílias. Mais outros orgãos do DJC também podem realizar algo semelhante.

Criatividade e ação, com unção, a serviço da evangelização!